quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Um abraço

Passados cerca de 20 anos voltei a visitar o monumento ao Cristo Rei, em Almada, um lugar emblemático para quem quiser avistar as duas margens do Tejo nas zonas de Lisboa e Almada.



para ver com mais nitidez clicar na imagem

O monumento foi “pensado” em 1934, pelo facto do Cardeal Cerejeira, na altura Patriarca de Lisboa, ter visitado a imponente imagem de Cristo Redentor do Corcovado no Rio de Janeiro - Brasil. Mais tarde, quando se inicia a II Guerra Mundial, os Bispos fazem um voto "Se Portugal fosse poupado da Guerra, erguer-se-ia sobre Lisboa um Monumento ao Sagrado Coração de Jesus”. Portugal livrou-se da guerra e a construção do monumento foi uma realidade, tendo sido iniciado em 1949 e inaugurado a 17 de Maio de 1959. A autoria é dos arquitectos António Lino e Francisco de Mello e Castro e dos mestres - escultores Francisco Franco e Leopoldo de Almeida. O monumento está a 113 metros acima do nível do mar e tem uma altura de 110 metros. (fonte: site oficial do santuário Cristo Rei)


para ver com mais nitidez clicar na imagem

O monumento está imbuído de uma forte conotação religiosa, a estátua do Redentor, está voltada para Lisboa por uma razão simbólica: ao estar de braços abertos para a capital, todo o mundo português estaria dentro do abraço de Deus.

Porém muitos dos visitantes deslocam-se ali, para através do terraço poderem apreciar belas paisagens. Fui um dos privilegiados, do seu miradouro avistei grande parte dos concelhos de Lisboa e Almada do Barreiro até ao Seixal; o rio Tejo na sua plenitude, desde Oeiras até ao Mar da Palha; Lisboa com os seus monumentos e a emblemática ponte sobre o Tejo, dos quais pude registar através de fotos.




para ver com mais nitidez clicar na imagem
A ponte 25 de Abril, a ligar as duas margens do Tejo

para ver com mais nitidez clicar na imagem
Ao longe a Baixa Lisboeta, o Tejo e embarcadouro de Cacilhas.



para ver com mais nitidez clicar na imagem
A cidade de Almada e o Tejo a banhar Lisboa

Terminada a visita lá voltei eu para a outra margem, ficando tempos infinitos na fila para a ponte, tendo a oportunidade de ficar a contemplar a estátua, que dali parecia pequena.

Segundavida

9 comentários:

Anônimo disse...

Também tenho fotos tiradas do mesmo local, mas em 1979?! Dá para acreditar? O tempo passa...tenho que lá voltar.
Grande abraço

Mar disse...

Ponte 25 de Abril.
Essa é a famosa ponte que fiquei
imaginando: -Que ponte será essa?
Jam, é vero.. Em todo meu aprendizado de história não lembro de ter lido em algum lugar que Portugal tenha sido prejudicado pela guerra ou que o país se aliou.
Sei que o Brasil se aliou e teve algumas consequencias também, principalmente no que se refere a proibição do uso do idioma alemão e outras coisas conforme minha vó contava. Portugal é um país de sorte, espero que a crise atual seja driblada de forma inteligente.
Um grande abraço.

Luisa disse...

Há anos que lá não vou. Fiquei cheia de inveja das tuas fotografias. Tenho que lá ir para ver se também mostro tão lindas paisagens,

Devaneios Poéticos disse...

O Devaneios é um blog que foi criado para aqueles que gostam de partilhar seus poemas e suas prosas.
A ideia de se criar o blog, partiu da existência do canal #Devaneios, existente no chat do mIRC. É um canal onde se partilha igualmente os poemas e os seus sonhos mais encantados.
Inicialmente, o blog tinha sido criado para mostrarem apenas poemas, mas como ainda há poucas pessoas que conhecem o blog, aceita-se que também enviem suas prosas para o email devaneios.poesia@gmail.com.
O blog está em http://devaneiospoesia.blogspot.com/. Espero que gostei. Ele foi feito para os que gostam de escrever e para aqueles que gostam de poesia.

Cumprimentos atenciosos.

Marisa Correia

Sílvia disse...

Ontem, tb tive um dia diferente. Passei no Douro de barco, e vi o Porto de uma perspectiva diferente... Visitei as caves de vinho do Porto... Afinal, que raio de pessoa era eu, cá da zona e que nunca tinha ido visitar as caves?!
Tratei disso! :)
Tb já fui ao Cristo Rei, e gostei. Tem uma vista espectacular.Claro que as fotos tb não faltaram. :)

marius70 disse...

Olá João

O que era uma visita obrigatória sempre que vinham familiares de outras paragens visitarem-me com os seus descendentes, já há muito que deixou de o ser. Sinal que os miúdos cresceram, sinal que as visitas se foram espaçando no tempo, sinal que a gente vai olhando da Ponte para o Cristo e já chega.

Também já devem ter passado 20 anos que já lá não vou.

Deve estar na altura de mirar de novo a cidade e arredores.

Enquanto se lá está, o vento passa uivando, as gaivotas passam razando e tudo fica pequenino a nossos pés.

É o contraste para quem depois vai na ponte e se olha para o Redentor e este é bem pequenino pois os seus braços abertos não chega para abraçar tanta estupidez humana.

Um abraço

Anônimo disse...

Um abraço :) de Parabéns por mais um ano na blogosfera ;);)

Anônimo disse...

01MAR2009 :):) Grande abraço de Parabéns!!!!

bitu disse...

Que maravilha de fotos! Gostei muito do texto e das fotos que são mesmo espectaculares.É um local onde quase toda a gente passa mas poucos têm curiosidade de conhecer. É apenas uma passagem para a Costa ou para Algarve.
beijoca e boa semana