quarta-feira, 26 de novembro de 2008

O tempo

Nos últimos tempos o tempo tem sido curto, desde o início de Setembro que ando a frequentar o RVCC para fazer o 12º ano, está previsto terminar em Dezembro e o trabalho tem sido muito.
Depois de muitas mudanças e convulsões no sistema de ensino operadas nos anos pós-revolução, de 1974 a 1981, farto de tanta mudança, abandonei a escola. Frequentava o 11.º ano do curso “Arte e Design”, na altura terminara “o propedêutico” (o ano de acesso ao ensino superior) e foi criado o 12º ano. Foi precisamente há 27 anos, parecia ninguém saber o que querer e o que fazer com o ensino, desisti e decidi prosseguir a minha vida a trabalhar.
Recentemente o governo encarregou-se de mudar as regras no sistema de avaliações (avaliações curriculares) e com este novo modelo, para poder progredir na minha carreira profissional, arriscava-me a ficar para trás, por isso decidi agarrar a oportunidade e completar o 12º ano, neste programa do governo denominado “Novas oportunidades”.
Na antiguidade, o grande Sócrates afirmara: “Existe apenas um bem, o saber, e apenas um mal, a ignorância”. Quando da apresentação deste projecto, Sócrates (o José) também referiu: "temos que fazer mais, temos que fazer melhor e temos que fazer mais rápido". Num certo contexto estão em consonância mas existe um ditado popular que diz “Depressa e bem há pouco quem” e quatro meses para demonstrar o que se sabe penso que seja muito pouco tempo. Já entreguei os trabalhos agora só falta comparecer a “exame”, ao que chamam “Sessão de júri”, que será em Dezembro.

Desequilíbrios

Num destes fins de semana fui à minha terra natal visitar os meus familiares, principalmente o meu pai que se encontra bastante debilitado. Também revi amigos e aproveitei para dar umas voltas pela zona, principalmente uma “ida aos míscaros”, uma espécie de cogumelos comestíveis, muito apreciados na zona. Fiquei surpreendido, pois míscaros (cogumelos) nem vê-los, a terra estava ressequida, por isso imprópria para o seu crescimento. Noutros tempos por esta altura, eram aos montes, pois as chuvadas de Outono já tinham sido suficiente para a sua reprodução.
Quero com isto chegar aos desequilíbrios do tempo. Nos últimos 40 anos mudou consideravelmente, lembro-me que as chuvas começavam em Outubro, continuavam em Novembro e prolongavam-se (a ver vamos...), eram raros os anos que não caíam grandes nevões nas terras altas do interior e Norte. Era normal no Outono.



Por outro lado, no outro hemisfério, onde é Primavera, em que os dias deveriam já estar bem iluminados e aquecidos pelo sol, caiem grandes tempestades de chuva e vento, como foi nos últimos dias o caso do Sul do Brasil, tendo o Estado de Santa Catarina sido assolado por um grande temporal, contabilizando-se já 84 vítimas mortais e elevados danos materiais, principalmente em Jaraguá do Sul e Joinville, como foi testemunhado pela Mar, no seu blogue Suspiros de Gaia. Para todos os que estão a sofrer, principalmente com a perda dos seus entes queridos, envio a minha solidariedade.
Principalmente a partir da Revolução Industrial os céus foram invadidos por gazes poluentes e agravou-se com o desenvolvimento dos motores de combustão dos automóveis, aviões e máquinas agrícolas. Pouco tem sido feito para inverter esta situação, agravando-a ainda mais com a destruição contínua do verde dos campos e das florestas, em prol da construção.
A natureza tem as suas leis e elas têm sido desrespeitadas, por isso colhemos o que semeamos.

Segundavida.

10 comentários:

Mar disse...

Olá Jam, com relação a teu pai, espero que ele recupere. A saude é tudo, tudinho!
As chuvas que faltam aí, estão se espalhando agora pelo Brasil. Aqui não parou ainda cfme anunciava a previsão do tempo, mas chove pouco agora. Obrigada por mencionar "suspiros de gaia" fui mais severa um pouco no blog ameanatureza, com relação aos donativos e a produção de lixo que infelizmente vai água a baixo.
-- Aí em Portugal, menciona-se 12.ano escolar, penso que ao equivalente ao curso superior aqui no Brasil. Complete teu curso dessa vez Jam, e Sócrates realmente foi "o cara". Os governantes deveriam ser eleitos pelas leis de Sócrates.
Grande lembrança a tua desse grande sábio. Só um sábio para lembrar outro sábio e... de coração.

Anônimo disse...

O meu aplauso (e as maiores felicidades) para a tua formação. Hoje em dia não podemos parar e temos que andar sempre actualizados. Infelizmente, se até para os Licenciados a "coisa" está preta, que dizer daqueles como eu, que não se deixaram ficar para trás e acompanharam dentro do possivel a evolução dos tempos (mantendo sempre (in)formado) mas que a "política empresarial" e não só, deram um "xuto" atirando-me para um longo e penoso desemprego ao fim de 32 !!! anos a trabalhar(16 dos quais para a mesma empresa), parando únicamente para ir cumprir o serviço militar obrigatório. Hoje, sou um profissional altamente qualificado, com imensa experiência, óptimas recomendações por todas as empresas por onde passei mas...NOVO para a reforma e VELHO para o trabalho. É triste e lamentável, e a verdade é que ainda ninguém me conseguiu explicar porque motivo os nossos empresários não empregam profissionais com mais de 50 anos (para não falar com mais de 40).

Quanto ao clima, como dizia a minha Avó... "são os americanos que andam a mexer lá em cima. :):):):) mas a verdade é que isto está tudo ao contrário e não estamos (todos) a dar a verdadeira atenção aos problemas climatéricos que originam tragédias que directa ou indirectamente nos afectam.

Antes de terminar este já longo comentário, os meus sinceros votos de melhoras para o Sr. teu Pai.

Grande abraço!

Menina do Mar disse...

Olá!
Passei para desejar um bom domingo.
Desejo boa sorte para os estudos e as melhoras do pai.

jojo disse...

Parabens Tó, o blog esta cada vez melhor , e concordo contigo «rápido nem sempre é sinónimo de qualidade»
Mas temos de viver com as regras existentes e tentar tirar o máximo partido de todas as situações e tu nesta em especial conseguiste. PARABÉNS PELO TEU ESFORÇO, MERECES.

Abraço jojo

Pedra da Lua disse...

Olá João! Não é que tenha nada a ver com isso com acho muito bem que acabe o 12º Ano, o conhecimento nunca é demais e Socrates, o velho, tinha mais do que razão quando dizia o que dizia, por algum motivo ainda hoje é lembrado com admiração :) confesso que isso das "Novas Oportunidades" me choca um pouco, se formos a ver bem acaba por ser injusto uns andarem 3 anos para completarem o 12º e haverem outros que o faço em menos de um ano até porque o nível de conhecimento não se pode equiparar, posso estar a ter uma visão um bocadinho "bruta" da coisas mas é o que penso. Tenho amigos a tirar o 12º no mesmo sistema e, pelo que vejo, eles não aprendem rigorasamente nada, acho uma afronta a todos os que se esforçam para o fazer como deve ser. Peço desculpa pela "rudeza" da minha opinião mas é apenas isso, a minha opinião. Mudando de assunto, outro dia fui dar um passeio pelo campo, à pucara, como chamamos por aqui aos cogumelos e fiquei imensamente triste por ver as terras tão secas nesta altura do ano! O musgo todo amarelo, a terra à vista, a decadencia total. Esperemos que a chuva dos ultimos dias tenha remediado a situação... Um beijinho e desejos de um bom fim de semana grande e... Muito Boa Sorte para essa jornada final do 12º Ano!

cõllybry disse...

OLá, desejo que tudo corra bem, e que finalizes o que tanto esperas, as melhora de Teu Pai,é sempre bom um passeio às nossas origens...

Beijitos ternos

Sílvia disse...

Muitos parabéns pela tomada de decisão de entrares nas novas oportunidades! Tenho algum conhecimento do processo (conheço quem tirou o 9º e uma amgia é formadora do 12º) e sei que não é nada fácil e muito trabalhoso!
A sessão a juri vai correr bem. Vais ser validado, com certeza!
As melhoras ao pai!
www.sunshine.blogs.sapo.pt

Marisocas disse...

Olá!
Tudo bem?
Aqui estou eu para anunciar mais uma criatividade minha, a poesia. Passa em http://poesiademarisocas.blogspot.com/ e deixa um comentário.
Beijinhos grandes e Feliz Natal.

Jotas disse...

Falamos ainda a poucos dias sobre as novas oportunidades e fiquei desiludido depois de te ouvir, pensava ser algo diferente.
Venho aqui também para te anunciar o meu novo blog: chama-se Alma gémea e o url é http://almagemea-jotas.blogspot.com/

marius70 disse...

Olá João

Como referi é de louvar a tua vontade de voltar à Escola ao fim de 27 anos afastado dessas lides estudantis.

Para o "Sócras" foi mais fácil a oportunidade que teve. A UnI já não existe e ele ficou com um "canudo" na mão a fazer exames em casa.

Espero que o teu pai esteja bem, e se conheces bem os míscaros tudo bem pois quem não anda a colhê-los sei eu bem quem é!... Eu!

:)

De míscaros não percebo nada e era bem capaz de confundi-los e apanhar os tais venenosos e lá ia eu de charreta!!!

:))))

Se calhar com a mudança climática, também os cogumelos e outros fungos se habituarão à mudança e se calhar nesta altura, que tanto tem chovido, deve haver míscaros de todos os tamanhos e feitios, digo eu que de horta não percebo nada.

Um dia teremos sol no Natal e nevões em Agosto.

:)))

Um abraço!

:)))